ENFOCANDO NA INFO QUANDO ACONTECE

Lula decidirá sobre a negociação para a compra de caça após as eleições de outubro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidirá com quem assinará o contrato de bilhões de dólares para a construção de aeronaves de caça. Um dos finalistas é o F/A-18 Super Hornet, fabricado pela gigante Boeing, dos EUA. (AFP Photo/Pierre Verdy)O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidirá com quem assinará o contrato de bilhões de dólares para a construção de aeronaves de caça. Um dos finalistas é o F/A-18 Super Hornet, fabricado pela gigante Boeing, dos EUA. (AFP Photo/Pierre Verdy)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidirá com quem assinará o contrato de bilhões de dólares para a construção de aeronaves de caça depois das eleições de outubro, mas antes de deixar o poder, em 1º de janeiro, disse seu ministro da Defesa na terça-feira.

Os finalistas que ainda participam desse estágio final das negociações são o caça francês Rafale, feito pela Dassault, o sueco Gripen NG da Saab e o F/A-18 Super Hornet, fabricado pela gigante Boeing, dos EUA.

“Após as eleições (de 3 de outubro), o presidente estudará o assunto. Ele tomará uma decisão ainda este ano, durante sua administração”, disse o ministro da Defesa, Nelson Jobim, depois de presidir o desfile do Dia da Independência, conforme informou a Agência Brasil de notícias.

O acordo tem um custo estimado entre quatro e sete bilhões de dólares, dependendo dos detalhes dos armamentos, manutenção e envolvimento da indústria periférica. O Brasil ainda poderá comprar mais 100 caças ao fornecedor, a longo prazo.

O Brasil considera a transferência de tecnologia a maior prioridade da negociação, para que possa fabricar suas próprias aeronaves e incrementar sua indústria de aviação.

Por enquanto, Lula vem demonstrando sua preferência por comprar 36 jatos Rafale semi- stealth de fabricação francesa

Lula convocará uma reunião do Conselho de Defesa Nacional e anunciará sua decisão depois de ser aconselhado por ele.

Durante o processo de concorrência, no entanto, o presidente deixou claro que a decisão política final será exclusivamente dele.

A Força Aérea Brasileira declarou que, do ponto de vista defensivo, as três propostas preenchem os requisitos da estratégia nacional de defesa que foi aprovada no ano passado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: