ENFOCANDO NA INFO QUANDO ACONTECE

Início de resgate de mineiros no Chile é adiantado para 18.h

………


Membros da equipe de resgate fazem testes com a cápsula antes de utilizarem-na para resgatar 33 mineiros presos, em Copiapo. A imagem faz parte de um vídeo gravado em 11 de outubro de 2010.

Membros da equipe de resgate fazem testes com a cápsula antes de utilizarem-na para resgatar 33 mineiros presos, em Copiapo. A imagem faz parte de um vídeo gravado em 11 de outubro de 2010. (reuters_tickers)

Por Cesar Illiano e Terry Wade

COPIAPO, Chile (Reuters) – Os 33 homens presos numa mina chilena devem começar a percorrer no final da tarde desta terça-feira mais de 600 metros através de um tubo um pouco mais largo que seus ombros, à medida que o período de dois meses em que estão debaixo da mina se aproxima do fim.

O nervosismo e a ansiedade cresceram entre os familiares dos mineiros quando o ministro de energia do Chile, Laurence Golborne, disse que o início dos trabalhos começaria por volta das 18h desta terça-feira, horas antes do previsto.

Os homens estão há 68 dias nas profundezas quentes e úmidas de uma pequena mina de ouro e cobre no deserto do Atacama, após o acidente em 5 de agosto, e agora enfrentam uma viagem bastante angustiante até a superfície em cápsulas construídas especialmente para esse fim.

Esposas, filhos, pais e amigos estão esperando num árido e pedregoso local cerca de 625 metros acima de onde os mineiros estão presos no chamado “Acampamento da Esperança”.

Toda a nação, ainda se recuperando do devastador terremoto de fevereiro, está pronta para comemorar.

“Agora mesmo estou calma, embora ainda esteja muito ansiosa. Espero que meus nervos não me traiam quando o resgate começar”, disse Jessica Salgado logo ao amanhecer, cujo marido Alex está preso na mina.

“A primeira coisa que vou fazer é abraçá-lo forte, dizer a ele o quanto o amo e como eu senti a falta dele todo esse tempo”, acrescentou. Ela disse ainda que o ministro das Minas, Laurence Golborne, havia afirmado aos parentes dos homens que os bombeiros poderiam começar a resgatar os mineiros algumas horas antes da meia-noite desta terça-feira.

VIGÍLIA DOS PARENTES
Muitos parentes dos mineiros faziam vigílias à medida em que o ponto alto da operação de salvamento se aproximava.

Noemi Donoso, cujo genro de 43 anos, Samuel Avalos, está entre os presos na mina, começava a orar junto com outros quatro membros da família. Eles davam as mãos uns aos outros para formar um círculo, cantando hinos e entoando “aleluia” e “glória a Deus”.

Sua filha havia acabado de chegar para arrumar o cabelo em um salão de beleza improvisado em outra barraca do acampamento.

“Ela foi ao salão para se arrumar para ficar bonita quando o receber”, afirmou Donoso, ao mesmo tempo em que uma criança sapeca corria pelo acampamento.

O resgate testou na segunda-feira com sucesso uma cápsula apelidada de “Fênix” –pássaro mitológico que renasceu das cinzas–, após construírem parcialmente um túnel com um duto de escape com tubos de metal para evitar qualquer desastre de última hora.

Eles inicialmente encontraram os homens –milagrosamente todos vivos 17 dias após o acidente– através de um buraco da espessura de uma uva, que se tornou o cordão umbilical utilizado para passar gel hidratante, água e comida a fim de mantê-los vivos durante uma das mais ambiciosas operações de resgate do mundo.

Os homens bateram o recorde de trabalhadores que mais tempo sobreviveram no subsolo após um acidente envolvendo minas e agora têm de fazer exercícios para perderem peso.

Tem sido uma espera angustiante.

“Estamos fazendo o máximo que podemos agora. Estamos quase lá”, disse Gaston Henriquez, acampado próximo à entrada da mina desde o acidente, esperando que seu irmão José escape.

Quando a operação começar, levará 48 horas para retirar os homens. Quatro bombeiros descerão para ajudar os mineiros a se prepararem para retornar à superfície.

A viagem à superfície feita por cada um dos homens deve levar de 12 a 15 minutos. Os mineiros terão seus olhos vendados e receberão imediatamente óculos escuros para não prejudicar a visão após passarem tanto tempo no escuro.

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, que ordenou uma revisão nas regras de segurança das minas devido ao acidente, planeja visitar o local nesta terça-feira. Um dos 33 mineiros é boliviano, e o mandatário da Bolívia, Evo Morales, prometeu fazer uma visita à mina.

(Reportagem adicional de Antonio de la Jara, Juana Casas e Brad Haynes em Santiago e Santiago Silva em Quito)

 

Reuters

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: